--:--
--:--
  • cover
    HITS-60/70/80
  • cover
    POP
  • cover
    Sertanejo
  • cover
    TBT SAMBA
  • cover
    TBT Web Rádio
Anterior
Próximo

Saiba quem são as vítimas da queda de paredão em Capitólio, MG

As vítimas estavam hospedadas em um rancho em São José da Barra (MG) e eram familiares e amigos uns dos outros.

Por Lara Silva, g1 Sul de Minas — Passos, MG

09/01/2022 17h26  Atualizado há 9 minutos

O Corpo de Bombeiros confirmou, neste domingo (9), 10 mortes causadas pelo desabamento de pedras em Capitólio (MG). Conforme disse o delegado regional da Polícia Civil, Marcos Pimenta, durante coletiva de imprensa, as vítimas estavam na mesma lancha.

Eles estavam hospedados em um rancho em São José da Barra (MG) e eram familiares e amigos uns dos outros. Segundo o delegado, o proprietário da lancha era também era parente das vítimas e dono da pousada. O piloto era funcionário dele.

A primeira vítima foi identificada oficialmente durante coletiva de imprensa. O delegado informou que já há informações sobre as demais pessoas que morreram. Porém, a polícia aguarda a resposta dos laudos e dos testes de DNA para ter a comprovação oficial da identificação das vítimas.

Veja abaixo quem são as vítimas da tragédia em Capitólio:

  • Julio Borges Antunes, 68 anos, natural de Alpinópolis (MG)

Vítimas que ainda aguardam identificação oficial:

  • Homem de 40 anos, natural de Betim (MG) – piloto da lancha
  • Mulher de 43 anos, natural de Cajamar (SP)
  • Jovem de 18 anos, natural de Paulínia (SP)
  • Homem de 67 anos, natural de Anhumas (SP)
  • Mulher de 57 anos, natural de Itaú de Minas (MG)
  • Jovem 24 anos, natural de Campinas (SP)
  • Homem de 35 anos, natural de Passos (MG)
  • Jovem de 14 anos, natural de Alfenas (MG)
  • Homem de 37 anos, natural de Itaú de Minas (MG)

Trabalho de buscas e identificação

A Polícia Civil confirmou na manhã deste domingo a identidade de um dos mortos no acidente. Segundo o delegado regional da Polícia Civil de Passos, Marcos Pimenta, é Júlio Borges Antunes, de 68 anos.

Ele era de Alpinópolis (MG). O corpo já foi liberado para a família e deve ser enterrado ainda neste domingo (9) em São José da Barra (MG).

Em nova entrevista na tarde de domingo, as autoridades informaram que uma segunda pessoa foi identificada, mas, até 16h30, o nome não tinha sido divulgado.